© 2019 Pegada Ecológica dos Municípios Portugueses.

ALMADA

Almada foi pioneira em Portugal a trabalhar com o conceito de Pegada Ecológica - uma forma fácil de representar o impacto que cada indivíduo ou uma comunidade tem no planeta e perceber como é possível melhorar o seu desempenho ambiental, conscientes que os recursos que a Natureza oferece são limitados e muitas vezes sobre-explorados.

Na sequência da participação de Almada na Cimeira Mundial do Desenvolvimento Sustentável em 2002, demos os primeiros passos nesta área, calculando a Pegada Ecológica para o concelho e considerando-a um indicador de sustentabilidade na Agenda Local 21. Em paralelo, adaptou-se para a língua portuguesa uma calculadora individual numa parceria com a Redefining Progress, apostando neste recurso de sensibilização ambiental que alerta a população para o impacto que as escolhas diárias de cada um têm no planeta que partilhamos.

Agora, sendo uma das 6 cidades envolvidas no projeto “Pegada Ecológica dos Municípios Portugueses”, Almada encara a atualização do cálculo da Pegada Ecológica e da Biocapacidade do seu território, como um contributo para uma perceção mais real de quem somos e como consumimos, e de como nos devemos mobilizar para proteger os recursos ambientais locais.

Os resultados apurados até à data, fornecem elementos fundamentais para o trabalho que Almada tem feito na promoção da sustentabilidade do território e para a definição de estratégias e medidas a adotar, em prol de um concelho mais sustentável, solidário e eco-eficiente.

Catarina Freitas, Eng.ª

Diretora do Departamento de Inovação, Ambiente, Clima e Sustentabilidade

Câmara Municipal de Almada

Ricardo Guerreiro

Ricardo Guerreiro

Luís Quinta

Ricardo Guerreiro

Calculadora

Relatório

Mais informações