ALBERGARIA-A-VELHA

Longe vão os tempos em que a palavra sustentabilidade representava uma utopia ambientalista, em que as políticas ambientais traduziam meros mecanismos de combate à poluição, ou em que a conservação da natureza era percecionada como antagónica ao desenvolvimento económico-social.

No Município de Albergaria-a-Velha temos a plena convicção de que é no capital natural e social que se alicerçam as garantias de prosperidade, o único banco de investimento que efetivamente poderá abonar a abundância de recursos para as gerações vindouras. Acreditamos que é na valorização dos recursos naturais, na proteção da biodiversidade e do funcionamento dos ecossistemas, na reutilização plena dos materiais – que possa fundamentar uma verdadeira economia circular - , e no consumo inteligente e eficiente que, cada vez mais, se devem assentar as estratégias de desenvolvimento que efetivamente estejam comprometidas com o bem-estar das populações e com a possibilidade de construir um futuro que sirva a harmonia, a paz, e o progresso humano.

Foi com base nestes valores - mais do que ambientais, mas de construção de uma comunidade atenta, informada, e voltada para o futuro, mas que não descuida a sua identidade histórica e patrimonial - que decidimos aderir ao projeto Pegada Ecológica dos Municípios Portugueses.

Obter o conhecimento científico sobre a nossa realidade será a única forma de dirigirmos a nossa atuação, de otimizarmos os nossos recursos e de enfrentar e vencer os desafios. Compreendendo as nossas forças e limitações poderemos melhorar a nossa prestação ambiental e, assim, honrar o nosso compromisso para com a nossa população e o nosso rico património natural.


 

O Presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha

António Loureiro

Calculadora

Relatório

Mais informações

© 2019 Pegada Ecológica dos Municípios Portugueses.